Várias vezes clientes nos ligam e informam que naquele dia não será necessário buscar seus cães. Sempre perguntamos o que aconteceu e eles sempre respondem que o cãozinho não acordou com o pé direito e que acham que o cão esta se sentindo muito triste. Não quer comer e que hoje seria melhor que ficasse em casa ao invés de ir para o adestramento ou a aula de socialização na creche canina.
A maioria das pessoas que não conhecem um cão, não compreendem suas necessidades e acaba atrapalhando o seu desenvolvimento físico e emocional.
Pelo fato de haver muito sentimento na ligação entre dono e cão, é muito comum chegarmos a conclusões erradas a respeito de suas emoções ou até mesmo interpretar expressões corporais de forma diferente do que realmente são. Outras vezes o cão nem problema de saúde têm. Não passou por cirurgia e nem esta machucado.
Vamos dar uma olhada neste caso pelo ponto de vista de uma pessoa. O que é melhor para quem esta com sua autoestima abalada, sem vontade de fazer as coisas ou até mesmo com uma emoção de tristeza? Ficar sozinho, isolado, quieto ou ficar na companhia das pessoas que ama e que se sente bem? Quando gostamos de alguém e vemos que esta pessoa esta passando por dificuldades, esta se sentindo abalada ou triste, o natural é deixa-la superar os seus próprios problemas sozinhos ou tentarmos anima-la dando apoio para que consiga mudar seu estado emocional?
Porém no caso dos nossos amigos peludos, se dermos apoio a um cão que esta emocionalmente abalado, nós estaremos reforçando este comportamento ruim. Ele aprenderá que toda vez que se sentir triste, ou que nós acharmos que esta se sentindo triste, ele terá uma recompensa, ou seja, atenção do dono, petiscos ou brinquedos.
Eu tenho plena certeza que o dono não queria desencadear este tipo de comportamento. Na realidade ele quer proteger seu cão, porém do ponto de vista do cão, isto não é proteção e sim uma forma de conseguir as coisas através de controle de estímulos. O cão apresenta um comportamento, o dono interpreta de forma errada e o tira da situação ou até mesmo o premia com alguma guloseima. Isto ao longo dos dias e com algumas repetições acaba se tornando um comportamento indesejável.
Será que deixar um cão por 8 a 10 horas sozinho, que já esta triste, fará com que ele fique contente? Infelizmente eu não acredito que isto possa acontecer. Até mesmo se ele estiver passando mal, é muito melhor que fique em um local onde possa ser observado.

Nós e os cães somos oriundos de animais sociáveis. Sentimo-nos muito melhor quando não estamos sozinhos. Automaticamente ficamos contentes na companhia de seres iguais a nossa espécie. Os cães não foram criados e não estão adaptados para viverem sozinhos. Infelizmente certas emoções são impossíveis de serem simuladas por nós, são particularidades dos cães. Os seres humanos não têm como completar em sua plenitude a felicidade de um cão. É necessário jogos, brincadeiras, caminhadas, corridas sem rumo, disputas, farejar os mais variados odores existentes no mundo, demarcar territórios e muitas outras coisas que uma pessoa nem tem ciência que existam.
Os cães que vivem em seu habitat natural (livres), geralmente não têm o que comer e beber todos os dias, e isto não os fazem mais felizes ou tristes. Existe uma rotina a ser seguida e podem ter certeza que nesta rotina, não há de forma alguma, comida em lata, ossinhos, petiscos, pedacinhos de pão, frutas entre outras guloseimas.
Para um cão (independente de ter raça ou não) o que realmente importa é ter atividade física todos os dias, poder correr, cheirar, brincar e ser cachorro o tempo todo. Qualquer tipo de alimento é conquistado com muito trabalho. Isto mantém sua saúde e emoções equilibradas, tornando-os satisfeitos e completos.
Os cães estão no presente, tudo se resume a viver o dia a dia. O passado ficou para trás como experiência adquirida. O futuro para eles não importa, pois é um desafio que esta por vir.

por Marcio Cerqueira

Comportamentalista
Adestrador profissional desde 1997
Juiz e figurante internacional de provas de adestramento

Deixar um comentário

Seu e-mail não será publicado