Fomos fazer faro as 9:00 em Moers. A Priscila marcou a pista do Oggun.
Eu marquei a do Micha. O Sérgio marcou a pista do Euro. Todo mundo marcou a
pista no formato de uma cabeça de cachorro. 
O Micha não foi bem. Velocidade inconstante, saiu da pista na última
reta para a esquerda. Visualmente não constatamos nada no chão para tirá-lo da
pista, mas pode ser que tenha passado algum animal. Perdeu o primeiro objeto e
os outros dois indicou corretamente. Sugeri ao Sérgio para marcar no fim da
tarde uma pista para filhote. Petisco a 3, 5 e 7 passos e após 10 ou 15 fazer
uma caixa, por pelo menos 100m. O Micha precisa claramente sentir-se melhor no
campo de faro. 
O Oggun, que teve a pista marcada pela própria Priscila, perdeu os dois
primeiros objetos. Rodou no terceiro angulo, entrou na última reta e indicou o último
objeto corretamente.
O Euro, está se sentindo em casa. Fez a pista muito bem. No primeiro e
no segundo objeto ele parou, cheirou o objeto e eu dei o comando de deita para
que ele não passasse batido. O terceiro e quarto objeto ele indicou
corretamente. Estou muito contente com a qualidade do faro do meu cão. Esta
constante, calmo e extremamente motivado. O cão não desiste nunca. Mostra uma
voluntariedade incrível no faro.
Fomos para o clube do Edgar e fizemos a proteção completa do Micha e do
Oggun. O Micha, extremamente potente, está a cada dia fazendo um trabalho mais
limpo. Mordidas muito forte, calma e o larga está se tornando exemplar. Estou
conseguindo fazer com que o Sérgio tenha uma leitura corporal mais fácil para o
Micha. Sua evolução como condutor na seção de proteção sem dúvida, agora é
outra. Muito mais clara e objetiva. Nesta última semana, colocamos todas as
ajudas corporais, os vícios a conduta errada nos deslocamentos para fora. Agora
o SERGIÃO É UM NOVO CONDUTOR!!!

O Oggun tem uma na
obediência exemplar na proteção, mas falta um pouco mais de atitude com relação
a pressionar o figurante. Fizemos vários treinos de latido e a cada dia
apertamos um pouco mais. Como vocês sabem, sempre que aperta de um lado, acaba
estragando o outro. Após estes treinos de mais pressão, naturalmente o cão
acaba dando alguma dificuldade para largar. Então, você usa o que for
necessário para que ele largue. E, no caso de nosso amigo Oggun, ele começou a
largar quando o figurante para a luta. Agora temos outra missão, fazer com que
ele pressione o figurante na guarda, morda energicamente, mantenha a mordida
durante a fase de pressão e quando da parada do figurante não adiante o comando
larga. Só isso só….

Deixar um comentário

Seu e-mail não será publicado