Pela manhã fomos fazer faro. Marquei a pista do Oggun bem na frente da casa que alugamos. Fiz uma cabeça de cachorro para a esquerda e coloquei somente um objeto no final da última reta. Esperamos 20 min e colocamos o bonitão. Ele fez tudo muito bem concentrado e estamos otimistas com o faro dele.
A pista do Euro eu marquei em outro local. Fiz uma cabeça de cachorro com dois objetos e uma bolinha. O danado foi mortal hoje, não errou nada. O tempo também contribuiu para os dois cães, pois não estava ventando.
Assim, que acabamos o treino do faro, tivemos a noticia maravilhosa de que o Sérgio/Micha tinham obtido conceito Bom com 87 pontos no Faro.
Não vi o Faro do Anderson/Adolf, mas infelizmente não conseguiram ser aprovados, ficaram com conceito Insuficiente com 48 pontos.
Chegamos no estádio as 16:30 e fomos ver o local de entrada para a proteção do Oggun. Identificamos tudo e deixamos as coisas combinadas. 
Íamos fazer um aquecimento no Oggun antes de entrarmos, porém como ele já estava bem ansioso, achamos melhor não aquece-lo. Assim, eu peguei a luva que estava comigo, dei uns berros contra ele e parti em sentido a entrada do campo.
De longe eu ouvia o Oggun transtornado, foi difícil a Priscila controlar a ansiedade do Oggun. Ela entrou no campo, pediu permissão ao Juiz e enviou o Oggun ao primeiro biombo. Ele correu na direção errada e a Priscila o chamou novamente, porém neste momento aconteceu o que não deveria, ela por descuido ou por falta de conhecimento, deixou o Oggun assumir a posição básica, neste momento o Juiz encerrou a prova.
Digo e repito sempre… os competidores precisam ler, ler, ler, ler, ler, ler e reler o regulamento, principalmente nos dias que antecedem a competição. As regras precisam ser ingeridas pelo competidor, tem que estar no sangue.
Espero que esta mensagem esteja clara para todos! Fica a dica!

Deixar um comentário

Seu e-mail não será publicado